1 de nov de 2007

Cap 2: O consumo da luz de uma estrela (Igor)

_Vamos acordar? _ ouvi a voz dela ao meu ouvido e, em seguida, um facho de luz do sol no meu rosto.

Fechei os olhos com força e virei o rosto para o lado.

_Karen, deixa eu dormir. _ resmunguei, mas foi em vão, pois ela já estava abrindo todas as cortinas do quarto para me mostrar que era sol à pino.

_Se esqueceu que hoje temos que conseguir aquela campanha de roupa esportiva? _ ela puxou uma cadeira e sentou-se ao lado da cama.

_Eu disse que estou com sono! _ falei pausadamente.

_E eu disse le-van-ta! _ ela contra argumentou com cara feia.

Fiquei de barriga para cima olhando o teto, minha cabeça pesava. Estava com sono, mas não conseguiria dormir mais.

_Vamos ver... _ ela bateu com a caneta na agenda. _ Já fiz o clipping de hoje. Você teve 500 inserções com o seu nome esta semana. Isso é uma notícia boa e também uma má.

Levantei-me, olhei rapidamente para minha assessora Karen e depois me arrastei até o banheiro da suíte. Enquanto escovava os dentes, ela estava em prontidão à porta.

_Todo mundo quer falar sobre seu rompimento com a Suellen e enfatizar o quanto ela está se divertindo com o novo namorado.

_Isso era a parte boa ou ruim? _ perguntei com a boca espumando de pasta de dente.

_Ruim porque, afinal, você está praticamente sendo colocado como chifrudo.

_Obrigado por me acordar com essa. _ sequei minha boca na toalha e me virei para abaixar a bermuda. _ Pode ser? _ fiz um sinal com as mãos para Karen. _ Ou já arranjou alguém que compre meu xixi para engarrafar?

_Ainda não, mas é só uma questão de tempo. _ ela não perdeu o sarcasmo e virou de costas. _ Mas... _ continuou a falar sobre o clipping. _ ... Isso também é bom, porque você foi colocado como o sofredor na maioria das abordagens, as pessoas sentem pena e isso é ótimo!

_Sofredor? Eu quero mais que aquela anorexa morra depois de vomitar o estômago, porque não há nada que ainda exista dentro daquela carcaça. Acredita que ela é tão psicótica que um dia me disse que achou que tinha urinado menos que os 200 ml do suco que tinha pedido e isso poderia ser ruim e depois acrescentou que suas fezes não estavam correspondendo ao volume do que comera? Ela é uma doente!

_Totalmente doente. Mas não é isso que vai dizer na coletiva, hoje. _ apontou com o dedo indicador para mim e cedeu espaço para eu sentar-me a mesa do café da manhã que já estava colocada na varanda do quarto.

_O que é isso? _ perguntei. _ Comida de macaco?

_Obrigada, Mariluce. _ ela sorriu para a empregada que se retirou.

_Não! É comida de atleta. Muita fruta, suquinho, queijo sem gordura, nada de açúcar. Como espera ser garoto propaganda da grife de roupa?

Peguei um pedaço de melão e comi.

_Temos que aproveitar o tempo da maratona para te colocar em forma. Já consegui uma entrevista para uma revista de esportes. Vão te fotografar em uma academia e também correndo na praia.

_Eu faço academia?

_Agora faz. _ ela jogou em cima da mesa meu cartão magnético de acesso. _ Tudo de graça. O dono da academia concordou que fotografar lá tinha um preço. Você também vai correr na praia em um horário que um jornalista amigo meu do caderno de fofocas leva sempre o cachorro para passear. Ele é um colunista...

_O que tem a ver o cachorro com...?

_Agradeça ao cachorro! Ele vai pensar que irá te ver ocasionalmente e duvido que não te aborde.

_Hum.

_Você, à noite, tem uma festa para ir. Ótimo cachê, 10 mil reais. Eu tentei 15, mas não adiantou chorar.

_Festa de quê?

_Lançamento de uma linha de ternos masculinos. Você tem que pegar uma futura campanha deles... _ ela falou olhando para o alto, como que sonhando acordada. _ Por isso, já fechei também com um site de fotos sensuais. Você irá posar como um executivo sexy. Isso te dará projeção entre o público de mulheres bem sucedidas, com maridos feios e sem graça, mas cheias da grana, que vão comprar aqueles ternos para o marido. E pronto, viagem garantida para as suas férias e dinheiro no bolso.

_É por isso que eu te pago: para pensar por mim!

Bebi o suco e fiz uma careta:

_Cruzes, não colocaram açúcar nisso?

_Não, agora você não pode. _ ela falou com uma voz enfadonha, enquanto se mantinha concentrada na agenda. Revirou algumas folhas. _ Vamos para o nosso media training. _ disse-me e respirou fundo. _ Vão te perguntar na coletiva sobre o que acha do novo caso da sua ex.

_Boa sorte para o infeliz, ele vai precisar. _ suspendi as sobrancelhas e olhei para o jardim.

_Não, engraçadinho. _ ela fez uma careta de falso sorriso. _ Vai dizer que ela foi uma fase do seu caminho e guardará ótimas lembranças no coração. E não esqueça de dizer: “Espero que ela seja feliz”.

_Eu não sei se consigo. É bem repugnante para mim.

_Quando estiver em seu novo conversível vai ser mais fácil. Pense nisso com força e fale.

_Tentarei.

_Sobre alguma expectativa de novo filme, você responde que sim, mas que está avaliando ainda e não pode falar agora.

Karen me deu um roteiro de mais de vinte possíveis perguntas e as mais apropriadas respostas. Ela era meu cérebro e eu, o corpo.

_O que vou vestir hoje? Um terno, sem gravata...

_Nada disso. _ levantou-se. _ Para a entrevista, coloque um jeans daqueles que parece velho, uma camisa apertada, óculos escuros e gel no cabelo arrepiado. Escolha umas pulseiras e alguns anéis. Tente parecer o namorado gato que suas fãs nunca vão ter.

Enquanto Karen revirava o meu guarda-roupa, pensei sobre suas últimas palavras. Se eu era o sonho daquelas garotas, eu queria poder sonhar com uma delas. Com alguma que me fizesse feliz, mas feliz fora da agenda de Karen. Uma garota normal, não viciada nas toxinas midiáticas.


Autora: Li Mendi
(www.escritorali.blogspot.com --->Novo layout e muitas entrevistas com a autora)

7 comentários:

Carol disse...

Oie!!!!

Adoro os seus livros, comecei a ler a um mês atrás... amei o livro o amor está no quarto ao lado e cada casa um caso, também gostei muito de um coração em guerra.

Já comecei a ler esse agora e já estou achando o máximo... só queria te perguntar... quando vc vai terminar de escrever Angélica fora do paraíso??

Continue escrevendo assim!!!

Bjoo

Deisinha Rocha disse...

Pq eu fico imaginando o Igor o cara mais GOSTOSO do mundo????

rsrs

Esse livro vai virar mania na net tbmmmmm...

rsrs


Ah, Li, Linda, as palvras óculos escuros repetem... nesse trechinho, óh:

"uma camisa apertada, óculos escuros, gel no cabelo arrepiado e óculos escuros."

bjOo ni vc...

Li disse...

Valeu deisinha rs. ele é gato mas não tem 4 olhos hahaha
brigaduuuuu.
carolzinha, vou terminar sim, falta só eu acabar minha monografia.
juro que acabo.
beijão.
li

KÁKÁ disse...

iiii..jah vi q ele eh romantico... ai meu deus jah to louk p saber o q vai acontecer com esses dois..AIUHuiahIUAHiuha
bjuuu

Lucy disse...

Hmm... =(

E agora vem o Igor... ele parece meio... frágil demais... vamos ver se ele tem algo de bom a oferecer pra alguém! rsss

(já começo pegando no pé do garoto, hahaha)

aninha disse...

eu achei ele fresco!!!!!!! mas vamos esperar o desenrolar da história!!!!!! ainda não da pra julgar nada!!!!!!

Deisinha Rocha disse...

continuo achando ele lindoooH...

ele tá é desiludido...
e além do mais...
todo artista tem um poko de frescura...

rsrs

Li...
capítulo novoooooo...